Blog da Roberta Malta

14/10/2010

Brasileiro Clandestino

Semana passada fui conhecer o Clandestino, o novo dentro do nem tão velho restaurante da Bel Coelho. Explico: a chef separou um lugarzinho no andar de cima do Dui e montou uma cozinha exclusiva de frente para o salão, onde ela prepara menu degustação para poucos. 

Tentei descobrir que pessoas eram aquelas dispostas a experimentar o cardápio surpresa e tão comprido. A quem interessa? Quem é esse público que quer apenas fazer uma refeição intrigante sem ver nem ser visto e por um preço alto (R$ 270 com vinho)? Não consegui definir este perfil, mas entendi que o mundo está cheio de gente que se parece mesmo que não use as mesmas roupas, tenha profissão parecida, compartilhe o gosto musical, se siga no twitter. Mas que querem comer bem, experimentar e apostam nisso. 

O menu da Bel é feminino, delicado. Coisa de menina mesmo. As técnicas modernas se traduzem em simplicidade. A trilha sonora acompanha cada prato. O ambiente é gostoso, confortável. Tudo leve, como deveria ser a vida. 


Crocante de linhaça dourada com damasco

 

Tempurá de jiló, maxixe, quiabo e chuchu com molho de caju e echalotes

 

Ceviche de vieiras com tamarillo, ouriços do mar e ají amarelo

 

Ostra ao molho de missô com yuzu, pérola de shiso e ar de saquê

 


Creme de milho brulée com especiarias


 

Praia Clandestina

 

Açorda de bacalhau Clandestina

 

Granizado de garapa, espuma de caipirinha com cachaça Cambraia

 

Costelinha de porco na couve com canjiquinha e paio

 


Cupim curado com espuma de cará e caldo de pimentão assado com feijão manteiguinha



Salada caprese

 

Romeu e Julieta

 

Terrine de chocolate 85%, marzipan e castanha do Pará, sorbet de cupuaçu e calda de priprioca


Antes que o Leandro me dê bronca, os vinhos da noite foram: Espumante Brut Cave Geisse, Saint Hippolyte Gewurztraminer, Sol de Sol Chardonnay, Enrico Mandoza Pinot Noir, Amaren Luis Cañas, Tokaji Late Harvest Oremis, Jerez Fernando Castilla.

Quem quiser se dar este luxo, o Clandestino só funciona às quintas e para 15 pessoas. É necessário fazer reserva.

 

Clandestino

Alameda Franca, 1590, Jardins, São Paulo.

tel. 11 2649-7952

 

Por Roberta Malta às 11h47

Ir para UOL - Receitas

Sobre o autor

Roberta Malta é jornalista de gastronomia e blogueira por vocação. Escreve nas revistas Prazeres da Mesa, Casa & Comida e algumas outras sempre sobre ingredientes, bebidas, restaurantes. Formou-se em gastronomia, estudou vinhos na ABS- SP, mas está em constante aprendizado e pretende dividir suas descobertas e dúvidas com todos que acessarem seu link.

Sobre o blog

O "Sopa de Letrinhas" é um observador bem humorado da gastronomia, com pitadas do dia-a-dia da autora. Serve também como agregador e mixer de pessoas. Tem um olhar empolgado, emocionado, frio, crítico, curioso sobre comidas, bebidas, novidades, livros, restaurantes ou um pouco de tudo. Divirta-se!

Histórico

© 1996-2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.
Hospedagem: UOL Host