Blog da Roberta Malta

23/07/2010

Salmão genérico

Quando soube que o que torna a truta salmonada é a criação, fiquei boba. "Mas ela tem outra cor, outra textura", pensei. Será que a alimentação na infância pode fazer tanta diferença assim? Medo.

Imediatamente lembrei que meu prato preferido de criança sempre foi feijão preto com Cheetos -- que eu chamava de biscoito de onça por causa do tigre da embalagem. Ahn??

 

era outro, né?

 

(Antes de liberar a caixa de comentários para piadinhas, concordo que, sim, deu no que deu. )

Por outro lado, me sinto recompensada quando penso que o Tato me pedia, aos seis ou sete anos, para ir ao restaurante da Roberta Sudbrack "comer o de sempre". Afinal, filhos servem, entre tantas coisas, para que possamos remendar deslizes passados. E viva a evolução da espécie!

Outra história de que lembrei foi a de um amigo que, até não sei que idade, não sabia que era japonês. Ele conta que, para ele, "todo mundo sempre foi igual", ó que lindo!, e que ficou chocado quando sua mãe fez a revelação. Fico imaginando a cena da senhora dizendo sóbria: "meu filho, precisamos conversar" e de ele arregalando os olhos pela primeira vez. Adoro!

Mas não é demais observar que a truta muda completamente de personalidade e estilo só porque teve uma dieta rica em vitaminas? Algumas doses de batacaroteno e o bichinho cresce achando que é salmão -- ai, que crise! O legal é que, ouvi de alguém, que o produto pode ser uma alternativa à escassez destes peixes alaranjados.

 

 

Comi este prato em Santo Antônio Pinhal, onde o ingrediente é farto. A truta foi temperada com sal e pimenta e selada com azeite, só. Batatinhas para acompanhar e fim. Estava levinho e gostoso, perfeito para um almoço frugal. Questão de berço, apenas.

Donna Pinha Restaurante

Estrada de Santo Antônio do Pinhal, 2006, Santo Antônio do Pinhal, São Paulo.

tel. (12) 3666-2669

 

Por Roberta Malta às 22h08

Ir para UOL - Receitas

Sobre o autor

Roberta Malta é jornalista de gastronomia e blogueira por vocação. Escreve nas revistas Prazeres da Mesa, Casa & Comida e algumas outras sempre sobre ingredientes, bebidas, restaurantes. Formou-se em gastronomia, estudou vinhos na ABS- SP, mas está em constante aprendizado e pretende dividir suas descobertas e dúvidas com todos que acessarem seu link.

Sobre o blog

O "Sopa de Letrinhas" é um observador bem humorado da gastronomia, com pitadas do dia-a-dia da autora. Serve também como agregador e mixer de pessoas. Tem um olhar empolgado, emocionado, frio, crítico, curioso sobre comidas, bebidas, novidades, livros, restaurantes ou um pouco de tudo. Divirta-se!

Histórico

© 1996-2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.
Hospedagem: UOL Host