Blog da Roberta Malta

09/07/2010

Espanha x Holanda, faça seu prato

Em Buenos Aires todo mundo acreditava que os petiscos deste fim de semana seriam empanadas e coxinhas. A aposta era de que a final da Copa seria entre Brasil e Argentina e a torcida pelo duelo era grande. Deu zebra.

Mas a gente não perde o humor, nem a oportunidade de caprichar no cardápio e preparou paella a la Marinera e torta holandesa para esquentar o domingo. Resta saber quem vai ser o prato principal e quem entra como sobremesa. Na dúvida, é bom preparar os dois.

 

Foto: Rogério Voltan


Paella a la Marinera

(02 porções)               

300 g de camarão grande                         

200 g arroz sênia (pode usar o arbório ou bomba)

150 g de mexilhões médios

100 g de lula cortada em quadrados

10 g pimentón de la vera (ou colorau, ou páprica doce)

 2 g (1 colher de café) de açafrão

 1,2 l (6 copos) de caldo de peixe

 2 dentes de alho picados

 25 ml (1 colher de sopa) de óleo 

 1 cebola em cubinhos

1 tomate ralado

 Azeite de oliva extra virgem, sal, ciboulette picada a gosto

1 Em uma paellera, aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho. 2 Acrescente o pimentón de la vera e, logo em seguida, o tomate ralado. 3 Junte a lula cortada e deixe cozinhar por alguns minutos. 4 Acrescente o arroz, o caldo de peixe, o açafrão e o sal. 5 Antes de secar completamente, acrescente os camarões e os mexilhões. 6 Coloque a paella no forno a 200° por 03 minutos para que os mexilhões e os camarões cozinhem. 7 Finalize com azeite extra virgem e ciboullette cortada.

Receita de Sergio e Javier Torres, do restaurante eñe.

 

 

Torta Holandesa

(01 unidade)

200 g de manteiga sem sal
100 g de chocolate amargo
100 g de chocolate ao leite
4 gemas
3 latas de creme de leite
1 xícara de açúcar
1 fava de baunilha (ou 5 gotas de essência)
1 pacote de bolacha Calipso
Biscoito maizena para forrar a forma

1 Bata a manteiga com o açúcar, a baunilha e as gemas. 2 Junte duas de creme de leite sem soro e misture sem bater. 3 Forre uma forma de aro removível com o biscoito maizena, cubra com o creme e leve ao freezer. 3 Derreta os chocolates em banho-maria ou no micro-ondas e misture o creme de leite com soro. 4 Retire a massa do freezer, cubra com creme de chocolate e volte ao freezer. 5 Depois de congelado, desenforme e decore com as bolachas Calipso.


eñe

Rua Mario Ferraz, 213, Jardim Europa,  SP, tel. 11 3816-4333

Av. Prefeito Mendes de Moraes, 222, São Conrado, RJ, tel. 21 3322-6561

 

Por Roberta Malta às 02h14

07/07/2010

O melhor doce de leite do mundo ou A vaca de Jersey

Voltei da Argentina com a mala cheia de doces de leite. Tinha em casa dois da minha viagem para Minas, um uruguaio e outro que comprei aqui. O Kike levou mais alguns e o Kats chegou com um especialíssimo feito com leite da vaca Jersey.

Martinha e Tato definiram quesitos, fizeram fichas, Ale Staut levou biscoitos para harmonizar. Bob e Ale Blanco completaram a comissão julgadora e, depois de uma massinha leve, encaramos onze marcas de doce.

 

 

Tato: Esse tá com uma cara de brigadeiro...

Ale B: Tem chocolate sim.

Eu: Ah, então não vale!

Martinha: Para tudo. Esse está desclassificado.

Kats: Ai, meu Deus! Será que foi o que eu trouxe?

 

 

Ale S: O cheiro desse é bom.

Kats: Deve ser o de Jersey! Hmm... mas tem essência...

Kike: Eu vou botar quatro estrelas nessa coisa de doçura.

Kats: É o de Jersey, tenho certeza!

 

 

Kats: Hmm... que 2 é esse??

Eu: Também foi o meu preferido.

Bob: O que eu mais gostei foi o 6.

Todos: Eu também! Eu também!

Kats: Liga não, Beta. É que o nosso paladar é fino. Aposto que o 2 é o da vaca de Jersey!

 


O pódio foi argentino: La Salamandra, La Sereníssima e Ilolay. Em quarto lugar ficou o Havanna, conterrâneo dos campeões, o mais caro de todos. O uruguaio Lapataia ocupou a quinta posição. Dos brasileiros venceu o Aviação, em sexto no ranking geral, derrubando Viçosa e Ecila. 

 

 

O Fondant de Leite da Fazenda Baronesa Von Leithner da vaca Jersey ganhou... o último lugar.

Martinha: A manchete tá pronta: "Até o argentino mais vagabundo é melhor do que o nosso"!

Ale B: Ah, fiquei com dó dos mineiros...

Kats: E o gado de Jersey, gente?! Como pode?? Eu comi em Campos de Jordão, tava maravilhoso...

 

 

Kats: Acho que faltou geladeira.

 

Os itens da avaliação foram: aparência, textura, aroma, sabor. Cada um valia 5 pontos.

O 2 era o La Sereníssima e o 6 o La Salamandra.

 

Por Roberta Malta às 13h52

Ir para UOL - Receitas

Sobre o autor

Roberta Malta é jornalista de gastronomia e blogueira por vocação. Escreve nas revistas Prazeres da Mesa, Casa & Comida e algumas outras sempre sobre ingredientes, bebidas, restaurantes. Formou-se em gastronomia, estudou vinhos na ABS- SP, mas está em constante aprendizado e pretende dividir suas descobertas e dúvidas com todos que acessarem seu link.

Sobre o blog

O "Sopa de Letrinhas" é um observador bem humorado da gastronomia, com pitadas do dia-a-dia da autora. Serve também como agregador e mixer de pessoas. Tem um olhar empolgado, emocionado, frio, crítico, curioso sobre comidas, bebidas, novidades, livros, restaurantes ou um pouco de tudo. Divirta-se!

Histórico

© 1996-2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.
Hospedagem: UOL Host