Blog da Roberta Malta

08/05/2010

Almoço de mãe

Se eu tivesse no Rio levaria minha mãe para almoçar na CT Brasserie.

Se eu tivesse na Praia do Forte levaria minha mãe para almoçar no Terreiro Bahia.

Se eu tivesse em Recife levaria minha mãe para almoçar no Ponte Nova.

Se eu tivesse em Mauá levaria minha mãe para almoçar no Gosto com Gosto.

Se eu tivesse em Brasília levaria minha mãe para almoçar no Zuu a.Z d.Z.

Se eu tivesse em Lisboa levaria minha mãe para almoçar n' O Poleiro.

Se eu tivesse em Olinda levaria minha mãe para almoçar no Oficina do Sabor.

Se eu tivesse em Madri levaria minha mãe para almoçar no Bar Tomate.

Se eu tivesse em Paris levaria minha mãe para almoçar no La Régalade.

Se eu tivesse no Porto levaria minha mãe para almoçar no Aleixo.

Se eu tivesse em Punta del Este levaria minha mãe para almoçar no La Bourgogne.

Se eu tivesse em San Sebastian levaria minha mãe para almoçar no Arzak.

Mas estou em São Paulo, vou comer em casa.




Por Roberta Malta às 12h06

05/05/2010

Revendo conceitos

É muito comum ouvir que a comida não está boa porque "tá com gosto de Knorr". Ontem mesmo um amigo disse que não gostava de um restaurante porque, segundo ele, "usam muito Knorr".

Acho que por isso me surpreendi tanto quando fui jantar no Lola Bistrô e provei o prato que a Daniela França Pinto criou para o novo aplicativo do celular Nokia -- da Knorr.


(O aplicativo é bem bonitinho, ganhei um. Tem receitas, cardápios para o dia a dia e, o mais legal, gera uma lista de compras de acordo com o menu que você montar.)
 
O rosbife com ervas e Dijon (veja receita abaixo) tava in-crí-vel. Delicioso mesmo.
 



E fui para casa pensando nisso...
 
E pensei que talvez o caldo em cubinhos seja tão execrado pelos que gostam de uma cozinha mais elaborada porque, em geral, é usado em excesso. Ou combinado com outros ingredientes artificiais, não sei.
 
E aí lembrei da cozinha de um restaurante de alta gastronomia top ten, em São Paulo, que visitei. Vi os caras usando estes quadradinhos nos fundos, acreditam? Agora, para cinco ou dez litro de caldo, entrava um único cubindo industrializado. Heresia? Sei lá, mas sei que a comida deste lugar é impecável e nunca ninguém reclamou do "sabor artificial" no risoto.
 
Outra vez, fiz uma matéria na cozinha de um cozinheiro famoso (e conceituado e festejado e adorado) e vi que ele usava na cozinha nada menos que Sangue de Boi. Fiquei espantada, mas o responsável pelo estoque me contou que o chef não estava satisfeito com o produto e iria trocar. Por Chateau Duvalier. Aaaahhh bom, agora sim.
 
Tudo isso para dizer que estou revendo certos tabus culinários e acho isso bom. Só o tempo que eu economizo do meu (tão curto!) fim de semana para fazer picadinho já tá valendo.
 
E minha comida continua um sucesso.
 
Pronto, falei!
 

Rose Beef de Filet Mignon em Crosta de ervas ao molho de mostarda Dijon

Por Daniela França Pinto

1 peça de filet mignon limpa inteira

1 maço de alecrim

1 maço de tomilho

1 maço de salsinha

1/3 xic de azeite extra virgem

1 tablete e meio de caldo de picanha Knorr

3 colheres de sopa de mostarda dijon ou outra de sua preferência

½ xic de creme de leite fresco

1/3 xic de água

Pitada de sal para o molho

1 Pique muito bem todas as ervas. 2 Amasse com a Judá de um garfo o caldo de picanha Knorr. 3 Junte em um bowl as ervas, o caldo knorr e a metade do azeite. 4 Role a peça inteira de filet sobre essa mistura até que forme uma crosta regular por inteiro. 3 Aqueça o restante do azeite em um panela ou frigideira que acomode a peça de filet sem que ela se dobre. 4 Doure todos os lados em fogo alto, esse processo deve ser de no máximo 10 minutos para que a carne continue vermelha por dentro na hora de cortar. Reserve. 5 Na mesma panela ainda quente despeje a água, o creme de leite a mostarda e acerte o sal (se necessário), assim você aproveitará todo o sabor da carne e dos temperos que ficaram no fundo da panela. 6 Fatie finamente a carne cobri-la com o molho ou para servir fria sirva com o molho á parte como um “deep”. Essa receita fica uma delícia quente ou fria acompanhada de uma salada verde ou como aperitivo com pão e torrada.

 

Lola Bistrô

Rua Purpurina, 29 - Vila Madalena - SP

tel. 11 3034-6407

 

Por Roberta Malta às 21h03

Ir para UOL - Receitas

Sobre o autor

Roberta Malta é jornalista de gastronomia e blogueira por vocação. Escreve nas revistas Prazeres da Mesa, Casa & Comida e algumas outras sempre sobre ingredientes, bebidas, restaurantes. Formou-se em gastronomia, estudou vinhos na ABS- SP, mas está em constante aprendizado e pretende dividir suas descobertas e dúvidas com todos que acessarem seu link.

Sobre o blog

O "Sopa de Letrinhas" é um observador bem humorado da gastronomia, com pitadas do dia-a-dia da autora. Serve também como agregador e mixer de pessoas. Tem um olhar empolgado, emocionado, frio, crítico, curioso sobre comidas, bebidas, novidades, livros, restaurantes ou um pouco de tudo. Divirta-se!

Histórico

© 1996-2009 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.
Hospedagem: UOL Host